sábado, 24 de abril de 2010

Finita causa, cessat effectus

To lendo aqui que o Papa Bento 16 aceitou a renúncia de mais um bispo pedófilo e fiquei imaginando...tem outra opção, além de aceitar a renúncia? Imagina se ele não aceita?
-Não, não vou aceitar sua renúncia, bispo Roger,  e como castigo você vai cuidar do orfanato do Vaticano!!!

Esses doentes precisam parar de querer esconder seus problemas atrás das batinas e procurar ajuda psicológica.

4 comente aí::

tperet98 disse...

Cara Re,
Uma historia de negação ao longo dos anos.
A Igreja Catolica tem cometido erros crassos como a recusa em aceitar o uso de camisinhas, a ordenação de mulheres, o direito de casamento aos padres.
So' para mencionar alguns ...
Mais recentemente, com esta "política" totalmente inadequada em relação aos escândalos dos padres pedofilos, tem gerado decepção e criticas entre os católicos.
Tem catolico se recusando a ir a igreja.
Deu no NYT :)

Desculpe pelo tom "pesado" mas tem assuntos que nao dao margem para outra coisa…
Um beijo e bom fim de semana,

Teresa Cristina

Ong DCM disse...

OLÁ. SOMOS ONG DEFESA E CIDADANIA DA MULHER, EM PRAIA GRANDE/SP. ATUAMOS EM DIVULGAR INFORMAÇÃO E AJUDA ÀS MULHERES BRASILEIRAS DE BAIXA RENDA E EM SITUAÇÃO DE RISCO E VIOLÊNCIA. TEMOS UMA CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO EM BLOGS. GOSTARIAMOS DE ATINGIR A MARCA DE 10 MIL BLOGS ATINGIDOS COM NOSSO TRABALHO. GOSTARIA DE PEDIR SUA AJUDA PARA ACESSAR NOSSO BLOG, COMENTAR NO POST E CONHECER NOSSO TRABALHO: www.ongdcm.blogspot.com

OBRIGADA ANA SILVIA AMORIM (PRESIDENTE)

EQUIPE ONG DCM
ongdcm@hotmail.com

Beatriz Cordeiro disse...

Eu sou favorável a realizarmos experimentos com pedófilos e estupradores. Testes de drogas e vacinas, cosméticos... seria bem mais interessante do que submeter animais indefesos a tratamentos desse tipo. Mas existem os "direitos humanos", né... fazer o quê.

Gostei do seu blog ;)

Rê Cicca disse...

Obrigada Beatriz, eu também concordo contigo nesse lance de utilizar como cobaia essas pessoas que não colaboram em nada com a sociedade, muito pelo contrário. Os direitos humanos deveriam favorecer aos humanos no sentido social da palavra e não a esses "desumanos".
Um grande abraço.